Acusado pelo MPE, vereador assume a Prefeitura de Cuiabá

30/12/2014- Ao longo dos próximos 22 dias, a Prefeitura de Cuiabá será comandada, interinamente, pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Júlio Pinheiro (PTB).

O parlamentar irá substituir, a partir desta segunda-feira (29), o prefeito Mauro Mendes (PSB), que estará em férias nesse período.

Pinheiro assume a função porque o município não possui vice-prefeito, uma vez que o deputado estadual João Malheiros (PR) renunciou ao cargo após a eleição de 2012, optando por permanecer na Assembleia Legislativa.

Durante a gestão do ex-prefeito Chico Galindo (PTB), Pinheiro assumiu o Executivo Municipal em duas ocasiões.

“Não vamos fazer nada que deixe a população cuiabana preocupada. Daremos sequência às ações já iniciadas pelo prefeito Mauro Mendes e vamos cuidar de Cuiabá como um todo” Uma de suas passagens, em 2011, foi extremamente polêmica e criticada, já que, na ocasião, o vereador aprovou a concessão dos serviços de água e esgoto, então sob responsabilidade da Sanecap, para a CAB Cuiabá.

Afastamento e garfo de churrasqueiro

Além do retrospecto polêmico à frente do Executivo, Júlio Pinheiro também figura como réu em uma ação proposta pelo Ministério Público Estadual (MPE).

Ele é acusado de ter encaminhado três projetos de leis municipais ao Poder Executivo, para sanção, sem que os mesmos tivessem sido votados em plenário.

O MPE pediu à Justiça o afastamento de Pinheiro da presidência da Câmara e ele irá responder a uma ação por ato de improbidade administrativa. Além isso, terá que pagar uma indenização por dano moral coletivo no valor de R$ 1 milhão.

O promotor de Justiça Gilberto Gomes requereu, ainda, que Pinheiro seja impedido de assumir, novamente, a função de presidente, caso seja reeleito nas próximas legislaturas.

Em 2012, Júlio Pinheiro chegou a ser detido por ter ameaçado a mulher com um garfo de churrasqueiro. Na ocasião, segundo boletim de ocorrência, ele estaria bêbado (leia AQUI).

“Cuidar de Cuiabá”

Desta vez, Pinheiro promete uma passagem tranquila pelo Alencastro. Ele disse, por meio da assessoria, que a responsabilidade do cargo é grande, mas acredita que não terá dificuldades.

“Não vamos fazer nada que deixe a população cuiabana preocupada. Daremos sequência às ações já iniciadas pelo prefeito Mauro Mendes e vamos cuidar de Cuiabá como um todo”, disse.

O vice-presidente Onofre Júnior (PSB) assume interinamente o comando da Câmara Municipal.

O prefeito em exercício terá pela frente a missão de dar posse aos novos secretários municipais, anunciados por Mauro Mendes na última semana.

FONTE MIDIANEWS

premium

Ler Anterior

TRE-MT divulga balanço da atividade jurisdicional em 2014

Leia em seguida

Justiça mantém bloqueio de bens do ex-presidente do MT Saúde

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *