31/03/2016 – Condenados a 18 anos assassinos da menina Kaliny Souza dos Santos de 9 anos

Dois homens foram condenados nesta quinta-feira (31) pela morte da menina Kaliny Souza dos Santos, de 9 anos, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, em 2014. Ele foi morta com sete tiros enquanto dormia em casa, com a mãe. Os criminosos invadiram a residência e efetuaram os disparos contra ela e contra a irmã dela, de um ano.

Os acusados começaram a serem julgados nesta quarta-feira (30) e seguiu até de madrugada.
Diogo Oliveira Dias Luz, de 21 anos, foi condenado a 17 anos e dois meses de prisão por homicídio duplamente qualificado, quando há intenção de matar. Durante o julgamento, ele confessou ter agido por vingança.

Ele foi preso dois dias depois do crime, em Guiratinga, a 334 km de Cuiabá. Diogo é tio de outra criança que também dormia no local e levou um tiro na perna e sobreviveu.
Já Ricardo Junior Vieira Gonçalves, que também participou do assassinato, foi condenado a 18 anos de prisão, também por homicídio qualificado. Eles irão cumprir a pena em regime fechado.
saiba mais

‘Tentei ajudá-la’, diz mãe sobre criança morta a tiros em casa em MT
Criança de 9 anos é morta a tiros em casa e alvo seria o padrasto em MT
A mãe de Kaliny disse, à época do crime, que três homens armados entraram na casa pela porta dos fundos usando capacetes.

Eles teriam ido direto para um dos quartos, onde duas crianças dormiam, iniciando uma série de disparos. ”Minhas duas filhas estavam dormindo. Eles começaram a disparar e só pararam quando acabaram as balas. Eu corri para ajudá-la”, disse a mãe.
O alvo dos criminosos seria o padrasto da criança, que se escondeu em um banheiro quando percebeu o que estava acontecendo.

Em depoimento à Polícia Civil, a mulher relatou que o pai da filha mais nova morreu durante um assalto na cidade e o irmão dele, um dos suspeitos do crime, não gostava do atual marido dela. O padrasto de Kaliny foi detido durante o velório dela após ir armado ao velório da enteada.Do G1 MT

premium

Ler Anterior

31/03/2016 – Pleno TJMT realiza sessão extraordinária dia 14

Leia em seguida

31/03/2016 – Ministra Nancy Andrighi fala sobre a independência dos Juizados Especiais

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *