24/06/2015 – Encontro reunirá juízes coordenadores de Cejuscs

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) realiza nesta quinta e sexta-feira (25 e 26 de junho), o II Encontro dos Juízes Coordenadores das Centrais e dos Centros Judiciários de Soluções de Conflitos e Cidadania de Mato Grosso. O evento ocorrerá das 9h às 12h e das 14h às 18h, na Escola Superior da Magistratura do Estado (Esmagis) e contará com a presença de diversas autoridades nacionais e estaduais do Poder Judiciário.

 

Essa será uma oportunidade de debates voltados para temas sobre mediação e conciliação, o novo Código de Processo Civil (CPC), com palestras e oficinas. Parentalidade e divórcio, Constelações familiares no tratamento de questões judiciais jurídicas, conciliação itinerante, mediação à luz do novo CPC – os novos desafios aos magistrados e mediadores serão outros temas abordados no encontro por meio de palestras.

 

A desembargadora Clarice Claudino da Silva, vice-presidente do TJMT e presidente do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Soluções de Conflitos (Nupemec) do judiciário mato-grossense ressaltou que além da troca de experiências nos Cejuscs já implantados, esse evento visa também focar a nova visão com o novo CPC que entrará em vigor em março de 2016. “Nos reunimos duas vezes por ano e mais esse encontro servirá como troca de experiências para vislumbrar caminhos mais seguros e interessantes com a implantação do novo CPC no ano que vem, apresentar as ideias do judiciário de Mato Grosso e ouvir o que os magistrados que vem de fora tem a contribuir para que se somem as ações”, frisou.

 

Para a desembargadora, o olhar dos magistrados que virão de outros estados é muito importante, já que eles não estão totalmente envolvidos na sistemática local. Ela destacou que os colegas envolvidos nessas questões, quando se encontram, a troca de experiências é riquíssima. Ela aproveitou e fez o convite para o Encontro. “Magistrados, desembargadores, servidores e público em geral estão todos convidados a prestigiar o evento. Todos que puderem ir e assistir as apresentações e palestras vão se enriquecer. São conhecimentos que sempre acrescentam em algo para a nossa vida. As portas estão abertas aos que quiserem participar”.

 

Segundo a desembargadora Clarice Claudino, o encontro contará ainda com a presença do juiz André Goma de Azevedo, que é juiz auxiliar da presidência do Conselho Nacional de Justiça e membro do Comitê Gestor do Movimento pela Conciliação do CNJ. O magistrado é altamente experiente nesta área de mediação e conciliação e, conforme mencionou a desembargadora, ele é uma das pessoas envolvidas desde o começo nesta questão, desde as primeiras ideias que formataram a Resolução nº 125. “O juiz André Goma sempre tem nos dado muito apoio. Ele foi a primeira pessoa que nós procuramos quando fomos encarregados de instalar o nosso Núcleo e nunca nos deixou sem uma resposta. Sua participação no evento será muito valiosa”, enfatizou.

 

A desembargadora ressaltou ainda que Mato Grosso tem sido muito feliz nos trabalhos voltados para mediação e conciliação. Os resultados têm aparecido e colocado o tribunal numa situação de conforto perante os demais tribunais. “Tudo isso porque nós estamos com uma cultura bastante avançada nessa redação. Com os serviços oferecidos nas comarcas e na capital as pessoas começam a pensar com mais facilidade numa na solução negociada, consensual, antes de propor qualquer processo”, finalizou. POR TJMT

 

premium

Ler Anterior

Nova Xavantina divulga inscrições e local de prova

Leia em seguida

24/06/2015- Debate público divide opiniões, presidente da Comissão de Segurança Pública da AL é contra

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *