21/03/2016- Presidente da OAB-MT propõe desagravo no Palácio do Planalto

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT), Leonardo Campos, propôs ao Conselho Federal da Ordem a realização de um ato de desagravo no Palácio do Planalto e conseguiu apoio de todos os conselheiros federais e presidentes de seccionais.

A medida de Leonardo Campos se dá em repúdio às declarações do então ministro-chefe da Casa Civil, Jacques Wagner, em conversa com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na qual usou palavras de baixo calão para se referir à entidade.

“O novo chefe de gabinete manifestou total desrespeito pela entidade, justamente no que tange ao nosso dever de se posicionar e por isso fiz essa propositura”, declarou Leonardo Campos.

De acordo com o presidente da seccional de Mato Grosso, a decisão sobre o desagravo deve ser realizada na próxima sessão do Conselho Federal já que a pauta da última sexta-feira (18) tratou somente do pedido de impeachment da presidente Dilma Roussef (PT).

“O diálogo faz parte das interceptações telefônicas e mostrou a falta de respeito com que as autoridades tratam as instituições brasileiras, chamando atenção pelo fato de se tratar do titular e da pessoa cotada para assumir a Casa Civil, órgão responsável pelo relacionamento institucional do governo”, finalizou o presidente da OAB-MT.

premium

Ler Anterior

21/03/2016 – Juiz determina bloqueio de imóveis das usinas Pantanal e Jaciara

Leia em seguida

> Lucas do Rio Verde recebe PJe nesta terça-feira

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *