• 17 de abril de 2021

20/12/2014 – TRE-MT diploma eleitos e suplentes

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), desembargador Juvenal Pereira da Silva, diplomou, em sessão solene nesta sexta-feira (19.12), 53 candidatos eleitos e suplentes para cumprir mandatos de 2015 a 2018. A cerimônia ocorreu no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá.
Receberam o diploma 24 deputados estaduais, oito deputados federais, senador e suplentes, e governador e vice-governador eleitos em Mato Grosso. O ato público também diplomou dois suplentes de deputados estaduais e dois de deputados federais por coligação.
Além do presidente do Tribunal, que conduziu a solenidade, compuseram a mesa de honra da sessão solene os membros do Pleno, o prefeito Mauro Mendes, presidente da Assembleia, Riva Riva; procurador-geral de Justiça do Ministério Público Estadual (MPE), Paulo Prado; comandante geral da 13ª brigada , Carlos Braga Avellar; presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso (OAB-MT), Maurício Aude; e representando o Tribunal de Justiça, o desembargador Paulo da Cunha.
Após a execução do Hino Nacional e a exibição do documentário sobre os trabalhos realizados nas Eleições Gerais de 2014, o Desembargador Juvenal Pereira da Silva leu e entregou os diplomas aos candidatos eleitos. No seu pronunciamento, em nome do Tribunal, o presidente do TRE-MT destacou que a Justiça Eleitoral de Mato Grosso cumpriu o seu papel com transparência, profissionalismo, celeridade, criatividade e imparcialidade, em todas as etapas do processo eleitoral de 2014. “Desejo que os diplomados ao assumirem seus respectivos cargos, tenham a plena consciência que ali estão atuando como representantes do povo e é dever garantir melhores dias aos cidadãos”, afirmou.
A Corregedora Regional Eleitoral e vice-presidente do TRE-MT, Desembargadora Maria Helena Gargaglione Póvoas, elogiou os servidores e enfatizou o combate à corrupção. “Vejo com contentamento a Justiça Eleitoral aplicar com precisão cirúrgica e sem medo a Lei da Ficha Limpa”.
A cerimônia de diplomação é uma etapa indispensável para que os candidatos eleitos possam tomar posse nos cargos que disputaram nas urnas. A diplomação confirma que o político escolhido pelos eleitores cumpriu todas as formalidades previstas na legislação eleitoral e está apto a exercer o mandato.

TRE/MT

premium

Ler Anterior

20/12/2014 – NOTA – ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE MATO GROSSO

Leia em seguida

MPE propõe ações ligadas à Ararath, AL, Câmara e empresas

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *