19/01/2015 – Calistro vai entrar na justiça contra aumento da passagem dos ônibus

O presidente da Câmara Municipal de Várzea Grande, vereador Jânio Calistro (PMDB) vai entrar com uma ação na ‘Justiça Comum’ solicitando o cancelamento do aumento nas passagens do transporte público municipal, que já esta em vigor desde a zero hora desta segunda-feira (19). O aumento foi publicado na edição de hoje, no Jornal dos Municípios.

O valor da tarifa saiu de R$ 2,75 e saltou para R$ 3,10. A autorização foi assinada na última sexta-feira (16), pelo prefeito em exercício – Wilton Coelho ou “Wiltinho”, como é conhecido.

Calistro ressalta que faltou clareza na ação e dessa forma falta transparência e informações nos processos de reajustes tarifários e isso configura ameaça ao direito dos usuários do transporte coletivo.”

Wiltinho autorizou o aumento por meio de decreto o que provocou ainda mais revolta em Calistro. “Vou reunir com os demais vereadores para decidirmos se convocaremos ou não uma audiência pública para debater a situação com a sociedade”, destacou.

Dessa feita, o presidente adiantou que discorda da decisão do prefeito em exercício em conceder o aumento e avisa que vai brigar na justiça.

Segundo o peemedebista este aumento é inaceitável neste momento. Ele lembra que antes de autorizar o acréscimo a prefeitura teria que apresentar o estudo realizado que justifique a decisão.

“Já questionei o prefeito que assinou na calada da noite o decreto, não posso aceitar e a sociedade vai cobrar de nós, e na verdade nem fomos comunicados que haveria reajuste”, disse o vereador.

Calistro disse que vai pedir na ‘Justiça Comum’ que os preços das passagens dos ônibus em Várzea Grande fiquem congelados até que a proposta seja amplamente discutida.

Equipe Assessoria de Imprensa:
FOTO ROBSON SILVA
Elizeu Silva

premium

Ler Anterior

Se pais trabalham, não é preciso fixar pensão em guarda compartilhada

Leia em seguida

Pagamento de boa-fé feito a antigo preposto gera obrigação a empresa

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *