16/09/2015 – J. ESTADUAL / DINHEIRO POR INCENTIVOS : Empresário afirma que pagou R$ 2,6 milhões a Pedro Nadaf

Um dos sócios do Grupo Tractor Parts, João Batista Rosa, confirmou à Delegacia de Combate à Corrupção de Mato Grosso ter pago R$ 2,6 milhões ao ex-secretário de Estado Pedro Nadaf para obter os benefícios de incentivos fiscais em Mato Grosso, por meio do Prodeic.

Segundo depoimento à Delegacia de Combate à Corrupção, o pagamento foi feito por meio de emissão de cheques do grupo a Nadaf, dinheiro vivo e transferências bancárias.

Na época, Nadaf comandava a Secretaria de Estado de Indústria, Comércio, Minas e Energia.

Nadaf e o ex-secretário de Estado de Fazenda, Marcel de Cursi, foram presos na tarde desta terça-feira (15).

O ex-governador Silval Barbosa também está com prisão preventiva decretada, e é considerado foragido.

Movimentação na Decor

Vários agentes da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Civil, estão chegando à sede da Delegacia de Combate à Corrupção (Decor) com materiais já apreendidos durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão da Operação Sodoma, deflagrada nesta quinta-feira (15).

No início da tarde, os ex-secretários de Estado Pedro Nadaf (Indústria e Comércio e Casa Civil) e Marcel de Cursi (Fazenda) foram presos.

O ex-governador Silval Barbosa (PMDB) também teve mandado de prisão decretado pela Justiça e é considerado foragido.

A movimentação em frente à Decor é intensa. O delegado titular da GCCO, Flávio Stringueta, também chegou ao local e acompanha os procedimentos na delegacia.

MidiaNews

Testemunhas chegam para depor na Delegacia de Combate à Corrupção

Dentre os materiais já apreendidos estão malotes de documentos e dois computadores.

Neste momento, agentes da Polícia Civil também cumprem mandados de busca e apreensão nas residências do ex-governador Silval Barbosa e do dono de factoring Chico Badotti.

No apartamento de Silval, a ação dos policiais é coordenada pelo delegado Lindomar Toffoli e é acompanhada pela ex-primeira-dama de Mato Grosso, Roseli Barbosa, e pelos advogados da família, Ulisses Rabaneda e Valber Melo.

Depoimentos

Duas testemunhas também já chegaram à delegacia para depor.

Segundo informações preliminares, tratam-se de Cibele de Aguiar e o filho do ex-secretário Pedro Nadaf, Pedro Jamil.

A operação

As investigações apontam que o suspeitos teriam montado um esquema criminoso de corrupção e lavagem de dinheiro, em 2013 e 2014, relacionado à concessão de incentivos fiscais, por meio do Estado, através do Prodeic (Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial de Mato Grosso).

O nome da operação é uma referência à cidade de Sodoma, que foi destruída em razão dos elevados níveis de corrupção praticada pelos seus moradores. Por MIDIANEWS

premium

Ler Anterior

15/09/2015 – Nadaf e Marcel Cursi são presos; Silval é considerado foragido

Leia em seguida

16/09/2015 – CPI da AL AGECOPA convoca Roberto França e mais três para depor

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *