16/07/2015 – MPE realizará posse de 21 novos promotores de Justiça substitutos

Vinte e um novos promotores de Justiça substitutos vão integrar o Ministério Público do Estado de Mato Grosso, a partir do próximo mês. A solenidade de posse será realizada no dia 07 de agosto, às 15h, no auditório das Promotorias de Justiça de Cuiabá. Com o ingresso de novos membros, o MPE passará a contar com 202 promotores de Justiça e 32 procuradores de Justiça.

“O preenchimento de novas vagas no quadro da instituição está dentro dos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e atende à necessidade de ampliação da atuação do Ministério Público em defesa da sociedade”, ressaltou o procurador-geral de Justiça, Paulo Roberto Jorge do Prado.

Segundo ele, na semana seguinte à posse, os novos promotores de Justiça substitutos vão participar de um treinamento na Procuradoria Geral de Justiça. A programação inclui discussões sobre os desafios institucionais; exigências e expectativas acerca da função do promotor de Justiça; atos normativos da Corregedoria, Conselho Superior do MP e Colégio de Procuradores de Justiça; atuação das procuradorias especializadas; planejamento institucional; atuação na área criminal, entre outros temas.

Serão empossados: Renata Caroliny Ribeiro e Silva, Regiane Soares de Aguiar, Gladyson Sadao Ishioka, Sebastião Domingues Vargas Neto, Ludmilla Evelin de Faria Sant Ana Cardoso, Felipe Augusto Ribeiro de Oliveira, Carina Sfredo Dalmolin, Marcos Gomes da Fonseca Neto, Paulo José do Amaral Jarosiski, Bruno Pinto e Silva, Tessaline Luciana Higuchi Viegas dos Santos, Adalberto Ferreira de Souza Junior, Mariana Batizoco Silva, Luane Rodrigues Bomfim, Rafael Depra Panichella, Leonardo Aquino Moreira Guimarães, Mariana Coelho Brito, Luiz Eduardo Martins Jacob Filho, Matheus Pavão de Oliveira, Joao Biffe Junior, Rafael Marinello.

O edital de convocação dos aprovados foi divulgado no Diário Oficial do Estado que circulou nesta quarta-feira Por CLÊNIA GORETH DO MPE

premium

Ler Anterior

15/07/2015- TST fixa novos valores do limite de depósito recursal

Leia em seguida

16/07/2015 – “País precisa de mudanças na cultura constitucional, não na Constituição”

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *