• 19 de setembro de 2021

14/04/216 – Polícia Federal deve investigar pré-candidato de Várzea Grande pelo crime de desobediência

O juiz da 58ª Zona Eleitoral de Várzea Grande, José Luiz Lindote, determinou o envio à Polícia Federal de cópias de um processo contra o empresário de Várzea Grande (MT), Leomar Coelho de Queiroz, conhecido como Léo Coelho, que deverá ser investigado pela PF por crime de desobediência.

O empresário é conhecido em Várzea Grande como pré-candidato nas eleições deste ano. Ele espalhou outdoors, adesivos de veículos e outras peças publicitárias pela cidade com divulgação de seu nome. Foi alvo de denúncias que chegaram à Justiça Eleitoral por meio do aplicativo Pardal e também por representação do Ministério Público Eleitoral. O juiz José Luiz Lindote, então, determinou liminarmente a retirada das peças publicitárias, em um prazo de 48 horas, determinação que não foi cumprida pelo empresário.

Diante do não cumprimento da decisão judicial, o magistrado também determinou a notificação das empresas responsáveis pelos outdoors para que retirem as peças em 48 horas, sob pena de responsabilidade solidária. Ao mesmo tempo, o candidato foi novamente intimado para que adote providências para retirada da propaganda em 24 horas. Caso contrário, o trabalho poderá ser realizado por terceiros, às suas expensas.

A decisão do juiz José Leite Lindote foi publicada no Diário Eletrônico da Justiça Eleitoral número 2116, de 11 de abril de 2016.

Fonte TRE com redação

premium

Ler Anterior

14/04/2016 – TRIBUTAÇÃO FACILITADA; Wadih Damous protocola projeto para incluir advocacia na lei do Simples

Leia em seguida

Lei nº 13.270 de 2016: Diploma de Médico e não Bacharel em Medicina

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *