13/04/2016- PF faz operação contra desvio de R$ 6 milhões dos cofres públicos em MT

Agentes da Polícia Federal cumprem nesta quarta-feira (13) mandados de busca e apreensão e de condução coercitiva durante a operação, batizada de “Ultimatum”, contra suspeita de desvio de R$ 6 milhões dos cofres do município de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, por meio do Fundo Municipal de Previdência Social dos Servidores, o Barra Previ.

Conforme a PF, são cumpridos dois mandados de busca e apreensão e três mandados de condução coercitiva. Um dos mandados de busca e apreensão foi cumprido na casa do ex-prefeito de Barra do Garças, Wanderley Farias, que já foi condenado por desvio de verba destinada ao município pelo governo federal para ações de combate à dengue e por venda de lotes públicos.

O desvio ocorreu, segundo a polícia, com a transferência clandestina e fraudulenta do dinheiro para outro fundo de investimento, considerado deficitário. Isso ocorreu aproximadamente um mês antes do término do mandato de Wanderley como prefeito, após a derrota do candidato apoiado por ele nas eleições municipais.

Os envolvidos não tinham legitimidade para a aplicação dos valores, mas sim o secretário de Administração do município. Além disso, não foram realizadas consultadas ao Comitê de Investimento e Conselhos de Administração Fiscal e a Autorização de Aplicação e Resgate não foi assinada.

O valor desviado ainda transitou por diferentes contas bancárias até a definitiva aplicação ruinosa nesse outro fundo. Também foram feitas declarações falsas no último balancete que produziram antes do término do mandato, afirmando que os R$ 6 milhões estavam nas contas do Barra Previ.
Cerca de 24 policiais participam da operação que visa combater crimes de gestão fraudulenta, associação criminosa, falsidade ideológica e corrupção passiva.

premium

Ler Anterior

>TJMT ; Poconé disponibiliza gabarito provisório de prova

Leia em seguida

13/04/2016 – Mato Grosso tem nove mortes sob investigação por suspeita de H1N1

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *