08/07/2015 – Presidente da OABMT considera manifestação de presidente da Câmara desrespeito à classe

O presidente da OABMT, Maurício Aude, considerou as declarações do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), um desrespeito à classe. “É um desrespeito não apenas com a história da Ordem dos Advogados do Brasil, mas com a história do nosso país. O parlamentar não tem condições de discutir temas tão importantes como o financiamento empresarial de campanhas. Há anos defendemos o fim dessa prática para que haja lisura no processo eleitoral brasileiro”, afirmou.

 

Ao comentar pesquisa encomendada pela Ordem que aponta 74% dos entrevistados contrários ao financiamento empresarial de partidos e políticos, Eduardo Cunha criticou a entidade. Ele é favorável ao financiamento privado e disse que a OAB é um cartel, que não tem credibilidade e criticou o Exame de Ordem. O presidente da Câmara também atacou a manifestação da OAB contra a redução da maioridade penal, entre outras questões.

 

Maurício Aude pleiteou junto a OAB Nacional um ato de desagravo público em desfavor do deputado. “Fizemos muitos eventos para debater eleições limpas, estivemos em palestras e audiências públicas com o juiz Marlon Reis, apoiamos o Tribunal Regional Eleitoral nas divulgações e conscientização do voto consciente. O ataque contra a instituição OAB, que historicamente atua na defesa da democracia, dos direitos sociais, da democracia, tem nosso repúdio e de toda advocacia mato-grossense”, sublinhou o presidente da OABMT.

 

Este ano em Mato Grosso, a Comissão de Direito Eleitoral da Seccional fez campanha para intensificar a coleta de assinatura da população para dar força à tramitação do Projeto de Lei 6316/2013 de Reforma Política Democrática e Eleições Limpas, cujos pontos principais eram a proibição do financiamento de campanha por empresas e adoção do financiamento democrático de campanha; fortalecimento dos mecanismos da democracia direta com a participação da sociedade em decisões nacionais importantes, dentre outros.

premium

Ler Anterior

08/07/2015 – Comissão Processante decide pelo arquivamento das denuncias contra o vice-prefeito de Várzea Grande

Leia em seguida

08/07/2015 – AL encaminha proposta para firmar TAC com o Ministério Público

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.