04/09/2015 – APERTO DE CINTO : CJF diz que vai poupar R$ 150 milhões ao vetar obras em tribunais

O Conselho da Justiça Federal vetou o início de novas obras neste ano e em 2016 na proposta orçamentária da Justiça Federal de primeiro e segundo graus, por causa do impacto da desaceleração da economia nas contas públicas. A decisão, aprovada em 10 de agosto, vai gerar uma economia de mais de R$ 150 milhões para a Justiça Federal.

Segundo o presidente do colegiado e do Superior Tribunal de Justiça, Francisco Falcão, não há como pensar no início de novas obras diante das dificuldades orçamentárias apontadas pelos órgãos técnicos, em decorrência do cenário fiscal desfavorável do país.

Ele diz que devem ser mantidas apenas as aquisições de imóveis, ampliações, reformas e obras já em andamento, além dos projetos custeados pelos contratos com o Banco do Brasil e com a Caixa Econômica Federal.

premium

Ler Anterior

04/09/2015 – Acordo de divórcio sem detalhes da pensão a menor é nulo, decide TJ-RS

Leia em seguida

OS 50 ANOS DA PROFISSÃO DE ADMINISTRADOR

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *