> Juiz pode reclamar de roupa de advogado, diz comissão disciplinar

Há cerca de um ano, o juiz David Wynn Morgan ficou conhecido na Inglaterra por criticar a roupa de um advogado na frente do júri e de jornalistas. Para Morgan, o cabelo comprido e a beca cheia de medalhas e broches faziam o advogado Alan Blacker parecer um personagem dos filmesHarry Potter. O juiz chegou a dizer que, se na próxima audiência Blacker não se vestisse apropriadamente, se recusaria a ouvi-lo.

O caso virou polêmica e foi parar na comissão disciplinar da Magistratura inglesa. A decisão do procedimento administrativo saiu nessa quinta-feira (2/7). Para o grupo, o juiz nada mais fez do que exercer o seu direito de criticar a maneira como um advogado se veste perante a corte.

Em um comunicado divulgado para a imprensa, a comissão explicou que David Morgan recebeu um manual sobre como agir caso a situação se repita, mas deixou claro que não houve qualquer reprimenda à conduta do magistrado.

premium

Ler Anterior

03/07/2015 – Prova ilícita e sentença sem fundamento fazem juiz anular arbitragem

Leia em seguida

> Juiz do Distrito Federal quer que advogados fiquem de pé para ele

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *