• 22 de abril de 2021

> Juiz do Distrito Federal quer que advogados fiquem de pé para ele

Cartaz pendurado na sala de audiências diz que a atitude é “em estrito respeito ao juízo”

Advogados que frequentam a 4ª Vara Cível de Taguatinga, no Distrito Federal, estão revoltados com uma norma interna baixada pelo juiz José Roberto Moraes Marques. Um aviso pendurado na porta da sala de audiências da vara diz que as partes e os advogados devem se levantar quando o juiz entrar no recinto (o cartaz pode ser visto na imagem acima). Os advogados consideram a obrigação um abuso. O cartaz prefere afirmar que é uma atitude de “estrito respeito ao juízo. A Ordem dos Advogados do Brasil do Distrito Federal já se manifestou contra o cartaz. Enviou à Corregedoria do Tribunal de Justiça do Distrito Federal um “pedido de providências em desfavor de procedimento adotado no âmbito da 4ª Vara Cível da Circuncrição Judiciária de Taguatinga”.

premium

Ler Anterior

> Juiz pode reclamar de roupa de advogado, diz comissão disciplinar

Leia em seguida

03/07/2015 – Juiz retira cartaz que mandava advogado se levantar para ele

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *