• 24 de setembro de 2021

02/03/2016 – TRE seleciona projetos de mutirões para atender eleitores que residem em locais de difícil acesso

O Estado de Mato Grosso possui 400 locais de votação em cidades que não são sedes de zonas eleitorais, dos quais 280 são de difícil acesso. Muitos destes locais estão situados em cidades que já passaram pela biometria. Com o objetivo de garantir o cadastramento biométrico dos novos eleitores nestas localidades, o Tribunal Regional Eleitoral convidou as zonas eleitorais que se enquadram nessas situações a criarem projetos de mutirões. O atendimento deverá acontecer ainda no primeiro semestre deste ano.

Nesta segunda-feira (01/03), o TRE-MT lançou o Edital nº 01/2016/DG que tem como finalidade a seleção de projetos de mutirões eleitorais voltados para o cadastramento biométrico de eleitores que residem em locais de difícil acesso ou de grande distanciamento dos postos de atendimento ao eleitor. Todo o regramento do processo de seleção dos projetos está disciplinado no Edital expedido pela Diretoria Geral, que foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico.

Os projetos serão analisados por uma equipe do TRE que buscará identificar, com critérios técnicos, quais devem ser priorizados e impulsionados pela administração.

“Iremos priorizar, mediante aplicação de critérios objetivos, as propostas de realização de mutirões de atendimento da população residente em localidades distantes, notadamente aquelas que não são atendidas por rede transporte público municipal ou metropolitano. Após análise dos projetos inscritos, iremos mapear quais serão contemplados neste ano, em razão das restrições orçamentarias do Tribunal”, destacou o diretor geral do TRE, Felipe Biato.

A realização de mutirões permite a prestação de serviços de forma descentralizada e com excelência e é considerada uma atividade de elevada importância para a efetividade do papel constitucional da Justiça Eleitoral.

Todos os projetos serão executados entre os dias 19 de março a 17 de abril deste ano, não podendo ser prorrogados.

premium

Ler Anterior

02/03/2016 – OAB:Lamachia requer do CNJ definição sobre vigência do novo CPC

Leia em seguida

02/03/2016 – Cuiabá : Presidente da OABMT conclama advocacia e sociedade para movimento do dia 13 de março

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *