01/07/2015 – Mais de 10 mil protestos poderão ser cancelados durante Mutirão Fiscal Unificado

Quem participar do Mutirão Fiscal Unificado, entre os dias 13 a 24 de julho na Arena Pantanal em Cuiabá, poderá pedir cancelamento dos protestos registrados em seu nome sem precisar viajar para a comarca de origem, economizando tempo e recursos para o deslocamento. Esta será a primeira vez que as serventias de protesto de todo o Estado serão representadas em um mutirão estadual. A estimativa é de que mais de 10 mil protestos poderão ser cancelados a partir da ação realizada pelos Poderes Executivo e Judiciário Estadual e Prefeitura de Cuiabá.

 

O Instituto de Estudos de Protestos do Brasil Seção Mato Grosso (IEPTB-MT) e a Associação dos Notários e Registradores (Anoreg-MT) representarão os 76  cartórios de protesto durante todos os dias do evento. A presidente do IEPTB-MT, Velenice Dias de Almeida e Lima, explicou que “as pessoas negociarão suas dívidas com o Estado e o município de Cuiabá, porém, precisam solicitar o cancelamento do título levado a protesto, já que seu nome fica registrado em nível nacional. Se ele tiver um título no cartório de Colíder, por exemplo, teria que viajar até o local para cancelar o protesto. Durante o mutirão, o IEPTB-MT estará com tabeliães de plantão justamente para fazer esse pedido de cancelamento on line facilitando a vida do cidadão”, explicou.

 

A juíza Adair Julieta da Silva, da Vara Especial de Execução Fiscal de Cuiabá e coordenadora do mutirão, elogiou a parceria com os cartórios de protesto. “Aquelas pessoas que aderiram ao pagamento à vista já terão o serviço à disposição para retirar o seu nome, caso esteja protestado. Já vai ter ali o serviço para que ele saia com seu nome limpo, ter sua vida financeira livre e desembaraçada de qualquer ônus”, sublinhou.Por Assessoria IEPTB-MT

 

premium

Ler Anterior

01/07/2015 – Advogado de Nilo Campos diz que Comissão Processante é pura armação política.

Leia em seguida

> Tabeliães de protesto falam sobre expectativa do mutirão fiscal

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *