• 18 de setembro de 2021

01/04/2016- Grupo Amor Exigente: 7 anos acolhendo famílias

Todas as quartas-feiras, das 15 às 17 horas, uma sala localizada no primeiro andar do Juizado Especial Criminal de Cuiabá (Jecrim) abre as portas para acolher familiares de viciados em entorpecentes e álcool. Lá, mães, avós, tias e pais recebem amor, carinho, palavras de apoio e todo acompanhamento necessário para largar a codependência, retomar as rédeas da vida e assim ter forças para ajudar o usuário que faz parte da família.

Esta tem sido a rotina do grupo há sete anos. No dia 27 de março o Amor Exigente comemorou mais um ano de trabalho dentro do Jecrim. Para celebrar a data foi realizada na quarta-feira (30 de março) uma comemoração com os participantes do grupo. As mães que frequentam o Amor Exigente assistiram a uma apresentação do grupo “Voluntários da Alegria”, que levou sorriso a rostos acostumados com lágrimas. Teve ainda música, depoimentos de mães que conseguiram uma nova vida após frequentar o grupo, além de um delicioso lanche.

Conforme a coordenadora regional do Amor Exigente, Maria Mercedes Ramos, o coordenador do Jecrim, juiz Mário Roberto Kono de Oliveira, fez questão de participar das comemorações dos sete anos de atuação do grupo. “Ele sempre comparece e fala com as nossas mãezinhas, afinal, graças a ele, que se sensibilizou com o sofrimento dessas mães, que o grupo foi instalado dentro do Jecrim. Sete anos depois posso garantir que é um trabalho que tem dado frutos e que tem valido muito a pena”.

Ela destaca que o público-alvo do Amor Exigente não são apenas os familiares dos drogaditos, mas também educadores e jovens que desejam mudar esse tipo de comportamento. “Esse é um programa de proteção social. Aqui a mãe aprende a lidar com o filho, a amá-lo mesmo com todas as dificuldades e a estabelecer limites”, observa.

No grupo os participantes lidam com espiritualidade, oração, estudo dos princípios e, ao final, partilham experiências. Em Cuiabá são sete grupos funcionando em bairros e horários diferentes para melhor atender às famílias. Os grupos se reúnem uma vez por semana por duas horas.

Maria Mercedes destaca que será instalado no Jecrim na próxima semana, todas as sextas-feiras, das 19 às 21 horas, o grupo “Sobriedade”, com as mesmas técnicas utilizadas pelo Amor Exigente, só que voltado para os usuários. “Já conseguimos a autorização do dr. Mário Kono e vamos iniciar mais este trabalho. Estamos confiantes nos bons resultados que vamos ter”.

POR Janã Pinheiro

premium

Ler Anterior

01/04/2016 – Detran notifica 75 pessoas em MT por supostas irregularidades em CNH

Leia em seguida

> Jauru divulga inscrições deferidas e data da prova

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *